Aromaterapia Para Ansiedade – Como Funciona?

As plantas aromáticas são parte dos tratamentos de saúde há muito tempo. Vemos sua presença, por exemplo, na bíblia: a Mirra e o Olíbano dados ao menino Jesus e mesmo o Jatamansi no qual, já adulto, o mesmo Jesus é ungido. Destas plantas aromáticas, extraímos compostos poderosíssimos: os óleos essenciais. Mesmo antes de Jesus, eles têm sido utilizados por várias culturas antiquíssimas, incluindo a China, o Egito, a Índia e o sul da Europa. Alguns óleos essenciais eram utilizados como parte do processo de embalsamamento.

É com base nesses compostos aromáticos que pratica-se a aromaterapia. Ela foi criada por René-Maurice Gatefossé, químico francês, e avançada pelo cirurgião francês Jean Valnet, que utilizou os óleos essenciais para tratar soldados durante a Segunda Guerra Mundial – uma época em que os medicamentos eram escassos.

A beleza dos óleos essenciais é que eles são 100% naturais, extraídos de flores, folhas, cascas ou raízes de plantas. São altamente energéticos, de aplicação fácil e segura. Recentemente, seu uso tem ganhado muito destaque no âmbito da Saúde Mental, em especial na Ansiedade. 

 

Aromaterapia para a ansiedade

Segundo a OMS, o Brasil é o país que possui maior índice de ansiedade no mundo. Estima-se que 19 milhões de pessoas sofram desse desequilíbrio. Se você já sofreu com crises de ansiedade, sabe quão debilitantes elas podem ser. Ter à mão recursos eficazes para este problema pode ser um divisor de águas no seu dia-a-dia. Estudos demonstram que os óleos essenciais podem ser alternativas eficazes para reverter muitos quadros de ansiedade. A grande vantagem dos óleos essenciais em relação à outras alternativas está em sua ausência de efeitos colaterais, o que torna seu uso vantajoso. Mas quais óleos essenciais são os mais indicados para lidar com a ansiedade?

1- Óleo Essencial de Lavanda (Lavandula angustifolia)

 

O óleo de lavanda é a opção número 1 quando falamos em ansiedade.

Seus efeitos calmante e relaxante já são famosos, ele é considerado um restaurador do sistema nervoso e ajuda no sono, inquietação, irritabilidade, ataques de pânico, tensão nervosa e estômago nervoso. Para reduzir a ansiedade, é considerado um dos melhores óleos essenciais.

The Handbook of Essential Oils: Science, Technology, and Applications, Second Edition afirma que houve uma série de ensaios clínicos envolvendo a inalação de óleo essencial de lavanda e que indicam uma redução no estresse e na ansiedade.

Um estudo de 2009 comparou o uso do óleo essencial de lavanda oral via cápsulas com placebos. Enquanto assistiam à filmes desencadeadores de ansiedade, os óleos foram administrados e as respostas fisiológicas observadas. Os pesquisadores constataram uma resposta fisiológica consideravelmente diferente naqueles que utilizaram o óleo de lavanda. Isso demonstra a potência ansiolítica desse óleo. 

Outras pesquisas demonstram a capacidade do óleo de lavanda de diminuir a ansiedade em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio e em pessoas que visitam o dentista.

Para promover o relaxamento, você pode simplesmente adicionar óleo de lavanda a um difusor, escalda-pés ou um borrifador cheio de água. Combina bem com muitos óleos essenciais, incluindo óleo de gerânio, óleo de ylang ylang e óleo de camomila. Você também pode usar lavanda topicamente em seus pulsos, têmporas e parte de trás do pescoço.

2- Óleo Essencial de Bergamota LFC (Citrus bergamia)

 

 O óleo de bergamota é calmante e frequentemente usado para tratar a depressão, fornecendo energia; no entanto, também pode ajudar com insônia, induzir o relaxamento e reduzir a agitação.

Foi comprovado que o óleo de bergamota reduz a resposta da corticosterona ao estresse. Outro estudo interessante realizado em 2011 levanta a hipótese de que a aplicação de uma mistura de óleos essenciais que inclui bergamota aos participantes ajuda no tratamento da depressão ou ansiedade. A mistura de óleos essenciais consistia em óleos de lavanda e bergamota.

Comparado com o placebo, essa mistura de óleos essenciais reduziu a pressão arterial e a pulsação cardíaca consideravelmente. Além disso, os participantes sentiram-se “mais calmos” e “mais relaxados” do que o grupo de controle.

3- Óleo Essencial de Camomila (Chamaemelum nobile)

 

Um perfume tranquilo e calmante, a camomila beneficia a harmonia interior e diminui a irritabilidade, o pensamento excessivo, a ansiedade e a preocupação.

Um estudo exploratório realizado na Escola de Medicina da Universidade da Pensilvânia sobre a atividade antidepressiva da camomila descobriu que este óleo essencial “pode fornecer atividade antidepressiva clinicamente significativa que ocorre além de sua atividade ansiolítica observada anteriormente”.

Outro estudo publicado pelo Centro Nacional de Saúde Complementar e Integrativa sugere que as cápsulas de camomila demonstraram reduzir os sintomas de ansiedade.

Como funciona a Aromaterapia? 

Os aromas influenciam as emoções de forma profunda, podendo agir em nível psicológico, relaxando a mente e elevando o espírito. Sendo assim, os óleos essenciais, com a sua energia aromática concentrada, agem de forma poderosa em nosso campo energético.

Nosso olfato é 10.000 vezes mais preciso que os outros sentidos físicos. Uma vez registrado, o aroma viaja mais rapidamente para o cérebro do que qualquer imagem ou som. O olfato faz um “link” direto para estados e comportamentos emocionais, muitas vezes armazenados desde a infância. É o único dos cinco sentidos físicos que está diretamente ligado ao Sistema Límbico, onde sentimentos como ansiedade, depressão, medo, raiva e alegria são processados.

Quando inspiramos uma fragrância, esta molécula aromática viaja até o interior do nariz, se liga e é registrada pelos nervos da Membrana Olfativa. A molécula se encaixa como uma luva, e estimula as células nervosas, que por sua vez enviam impulsos elétricos transferidos para o Bulbo Olfativo no cérebro. A partir do Bulbo Olfativo esses impulsos chegam ao Sistema Límbico – conhecido como nosso Centro de Controle Emocional.

Frequência cardíaca, pressão arterial, respiração, memória, níveis de stress e equilíbrio hormonal. Estando o Sistema Límbico diretamente ligado às partes do cérebro que controlam todos estes fatores, os óleos essenciais podem ter profundos efeitos, tanto em nível fisiológico quanto em nível psicológico.

Você já reparou como um determinado cheiro pode evocar memórias e emoções antes mesmo que você esteja consciente disso?

Quando sentimos o aroma, reagimos primeiro e pensamos depois. Todos os outros sentidos físicos são processados através do Tálamo, o qual atua como o quadro de distribuição para o cérebro, enviando estímulos para o córtex cerebral (o centro de pensamento consciente) e outras partes do cérebro.

Óleos essenciais são aliados de cura bio-espiritual, que trazem luz para a nossa vida através das moléculas aromáticas.Eles nos permitem acessar emoções armazenadas ou memórias esquecidas e reprimidas para que possamos reconhece-las, integrá-las ou libertá-las.

A palavra “emoção” pode ser entendida como “energia em movimento (ação).” A emoção é a experiência da energia que se move pelo nosso corpo. Esta energia emocional funciona em uma velocidade maior do que o pensamento. Pensamentos e imagens podem demorar alguns segundos ou minutos para evocar uma memória enquanto um aroma pode evocar uma memória em milésimos de segundo.

Memórias esquecidas e emoções reprimidas podem causar estragos em nossas vidas, muitas vezes sendo as causas subjacentes da depressão, ansiedade e medos. Os óleos essenciais podem auxiliar a liberar essas emoções onde quer que estejam armazenadas.

Os efeitos sinérgicos proporcionados ao inspirar o aroma de um óleo essencial influenciam a energia vibracional das nossas células e, portanto, nos auxiliam a curar em todos os níveis: físicos, emocionais e energéticos.

Nós podemos nos maravilhar com a incrível riqueza de aromas da Natureza, como uma expressão da harmonia integrante da Criação, que usa essas fragrâncias não apenas como um meio de intercomunicação dentro do reino vegetal e animal, mas também como um dispositivo de cura para todos seres vivos.

Assim, o sentido do olfato e o universo dos aromas nos conectam com a parte mais profunda de nós mesmos, que sempre ressoa em contentamento e alegria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Alguma dúvida a respeito de Aromaterapia e Óleos Essenciais? Fique a vontade para fazer sua pergunta abaixo, nos comentários, ou entre em contato em nosso email: editorial@oshadhi.com.br. Quando respondermos ao seu comentário, você receberá um aviso em seu email (lembre-se de conferir sua lixeira e spam).